Entrar
Esqueceu a sua senha?
Poll
Está familiarizado com as consequências das alterações climáticas na saúde?
 Sim
 Não
 Vagamente
 
Você está aqui: Entrada / Members / hugosilva / 50 Espaços Verdes em perigo - 50 Espaços Verdes a preservar

50 Espaços Verdes em perigo - 50 Espaços Verdes a preservar

Porquê lançar a campanha?


A Área Metropolitana do Porto é um espaço densamente povoado e cada vez mais urbanizado. A região, outrora rica em quintas e campos agrícolas que formavam um mosaico diversificado de paisagens de grande beleza, tem vindo a perder esses espaços a um ritmo acelerado. A cultura do cimento tem sido, de longe, a mais forte. Os espaços verdes que ainda subsistem podem ser perdidos a curto prazo se não se tomarem medidas. É preciso agir, e depressa!

O desenvolvimento não precisa de ser depredador da paisagem. A cidade só é apreciada quando edifícios e áreas verdes se conjugam de forma harmoniosa. O crescimento da cidade não deve ser feito sacrificando os seus locais mais emblemáticos. São estes espaços que conferem às cidades um espírito próprio e que permitem aos seus habitantes identificarem-se com elas.

Ao nível ambiental as áreas verdes cumprem também funções de enorme importância: é onde a biodiversidade prospera, onde as águas se infiltram e depuram, onde o ar é renovado...

Por fim, mas igualmente importante: é nos espaços verdes que as pessoas podem passear, relaxar de um dia de trabalho mais árduo, brincar com os filhos e conviver.

Para quê?

Queremos localizar 50 espaços verdes que, encontrando-se em risco, merecem ser preservados. Esta lista fundamental será amplamente divulgada para que as autarquias tomem as medidas necessárias àquele efeito. Esperamos que ao longo da campanha seja possível criar uma rede de pessoas e colectividades que funcionem como interlocutores nos diversos locais e que possam construir um projecto local de manutenção, valorização e sensibilização quanto à importância dos espaços propostos.

Que espaços verdes?

Os locais a propor deverão corresponder aos seguintes critérios:

  • tipologia: serem um espaço verde, área natural, quinta, campo agrícola ou jardim privado;
  • possuírem valor ecológico;
  • não estarem ainda legalmente salvaguardados ou encontrarem-se ameaçados (ou seja, são aceites terrenos em Reserva Ecológica que, na prática, não estão ainda a salvo da degradação);
  • possuírem uma dimensão socialmente relevante (ou seja, não queremos canteiros nem pequenas áreas ajardinadas, ainda que um terreno de dimensões modestas numa zona densamente urbanizada possa ser aceite nesta campanha);
  • situarem-se no Grande Porto (território correspondente à antiga Área Metropolitana do Porto).

De que forma?

A campanha será o resultado da participação dos cidadãos, das suas associações representativas e de outras instituições. Apelamos por isso à colaboração activa de todos os interessados. Através desta campanha todos podemos ajudar a tornar a região onde vivemos mais respeitadora dos valores naturais, procurando que o desenvolvimento não coloque em causa o equilíbrio ambiental do qual dependemos.

O que vai acontecer e com que resultados?

A Campo Aberto colocará em linha as propostas de espaços verdes que for recebendo.

A partir do final de Março de 2007 a Campo Aberto irá contactar especialistas de diversas áreas e, juntamente com os parceiros da campanha, irá proceder à selecção dos 50 espaços verdes mais importantes. O processo será totalmente transparente.

Os autores das propostas aceites receberão uma oferta da Campo Aberto e o seu nome figurará, caso assim o queiram, ao lado do nome da área proposta.

E no final? Algumas ideias...

Publicação de uma brochura
• Apresentação aos municípios em sessão de câmara
• Exposição
• Debate

Mais informações e contactos

50espacos@campoaberto.pt ; através do telefone 93 375 39 10 ; ou http://www.campoaberto.pt

Acções do Documento