Entrar
Esqueceu a sua senha?
.
 
Você está aqui: Entrada / Members / hugosilva / Bolotada - sementeira de espécies autóctones

Bolotada - sementeira de espécies autóctones

Acção de propagação de Carvalhos e Sobreiros a decorrer no Parque de Avioso.
Quando 2007-10-27
de 09:00 até 12:00
Onde Parque de Avioso - S. Pedro - Maia
Nome do Contacto
Telefone do Contacto 229 867 180
Adicionar evento ao calendário vCal
iCal


O Parque de Avioso – S. Pedro, com cerca de 30 ha, situa-se na Freguesia de S. Pedro de Avioso e Vila do Castêlo da Maia, constituindo a maior área verde do Concelho e disponibilizando aos visitantes diversos percursos pedestres ou de bicicleta, ginásio ao ar livre, parques infantis, slide e torres de vigia, de onde é possível avistar grande parte das Terras da Maia.

No seguimento das actividades de dinamização do Parque, a Bolotada, que irá decorrer no próximo dia 27 de Outubro de 2007, entre as 09.00 e as 12.00 horas, surgiu da necessidade de dar continuidade ao importante trabalho efectuado na fase de obra, na qual toda a intervenção teve como principal objectivo preservar a Vegetação Potencial Natural, onde se incluem o Carvalho Alvarinho (Quercus robur) e o Sobreiro (Quercus suber), que esta actividade pretende disseminar pelo Parque.

A Câmara Municipal da Maia, através do DAPT, organiza esta acção de recolha e sementeira de Bolotas, no Parque de Avioso – S. Pedro, que se apresenta com dois principais objectivos: o primeiro, visa repovoar diferentes áreas do Parque actualmente desprovidas de espécies arbóreas; e, o segundo, efectuar sementeiras em vasos, no sentido de garantir um sucesso germinativo mais elevado, para que nos anos seguintes seja possível efectuar transplantações.

Esta acção, é composta por duas fases distintas, a primeira das quais consiste na apanha das Bolotas e a segunda na sua colocação definitiva nas áreas previamente seleccionadas e em vasos reutilizados (posteriormente encaminhados para o Complexo de Educação Ambiental da Quinta da Gruta, onde ficarão depositados até atingirem dimensões suficientes para serem transplantados para o local definitivo).

A Floresta Autóctone, para além da elevada importância ecológica na conservação da biodiversidade, na conservação dos solos, da água e regularização dos recursos hídricos, tem contribuído ao longo dos tempos, como matéria-prima para várias utilizações pelo Homem. O artesanato, a construção, a produção de cortiça, a carpintaria, a marcenaria e a produção de frutos silvestres só sobreviverão se reunirmos esforços na preservação e no aumento significativo destas florestas.

Para dar corpo a esta iniciativa, foram convidados todos os Agrupamentos de Escuteiros com sede na Maia, estando já confirmada a presença de 150 elementos, dos seguintes agrupamentos:

  • CNE – Agrupamento 95 – Maia;

  • CNE – Agrupamento 8 – Águas Santas;

  • CNE – Agrupamento 525 – S. Pedro Fins;

  • CNE – Agrupamento 902 – Moreira;

  • CNE – Agrupamento 1189 – Corim

Para além dos Agrupamentos de Escuteiros convidados, esta iniciativa está aberta à participação de todos, que pretendam contribuir para a disseminação de espécies autóctones no Parque de Avioso - S. Pedro.

 

 

 
 
 
 
 

Acções do Documento

.