Entrar
Esqueceu a sua senha?
.
 
Você está aqui: Entrada / Members / hugosilva / Passeio ao Castro de Ovil, Gruta da Lomba, Picadela e Bicha das 7 Cabeças

Passeio ao Castro de Ovil, Gruta da Lomba, Picadela e Bicha das 7 Cabeças

Sábado, dia 19 de Abril de 2008, a Campo Aberto organiza um percurso ao Castro de Ovil (Paramos), Parque da Gruta da omba/Picadela (Guetim) e Bicha das 7 Cabeças (Silvalde), no concelho de Espinho, guiado pelo botânico Prof. João Gonçalves e pelo Dr. Abel Casal Ribeiro (técnico superior de arqueologia da Câmara Municipal de Espinho).
Quando 2008-04-19
de 09:00 até 18:00
Onde Espinho
Nome do Contacto
Telefone do Contacto 938 667 625
Adicionar evento ao calendário vCal
iCal


O Castro de Ovil, situado numa colina sobranceira à ribeira de Rio Maior que desagua na Barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos, para além do elevado valor histórico-cultural com a presença de ruínas arqueológicas da Idade do Ferro e do período Pré-romano e elementos de arqueologia industrial, possui também um significativo valor natural, inserido numa área verde interessante em termos de biodiversidade e aprazível do ponto de vista lúdico.

O Parque da Gruta da Lomba e a Picadela são outros espaços a visitar atravessados pela Ribeira do Mocho e com árvores centenárias nas suas margens.
A existência de uma gruta em pedra deu origem à conhecida marca de refrigerantes Gruta da Lomba, sendo utilizados como locais para convívios e piqueniques pelas populações.
A área envolvente à Bicha das 7 Cabeças preenche o imaginário colectivo da freguesia de Silvalde pela lenda popular associada a este local. Ladeada pela Ribeira de Silvalde, é uma área de floresta e vegetação ripícola, com campos agrícolas e moinhos abandonados que importa preservar e salvaguardar como futuro espaço público e de lazer.

Estes locais encontram-se em risco e ameaçados pela poluição das ribeiras que os atravessam, o abandono do património e das práticas agrícolas e a deposição de lixos, mas, pelo seu valor ambiental e patrimonial, integram a campanha dos «50 espaços verdes em perigo 50 espaços verdes a preservar» da Campo Aberto.
Através destas visitas, pretendemos desfrutar de alguns espaços verdes em Espinho, estimulando uma relação mais equilibrada entre o homem e o ambiente, e potenciando os recursos naturais e patrimoniais existentes.

As inscrições são obrigatórias e limitadas!


Mais informação sobre este evento…

Acções do Documento

.