aru.png

Poll
A Semana Europeia da Mobilidade 2017 tem como tema “A Partilhar Chegamos Mais Longe”. Costuma praticar/utilizar a partilha de veículos nas suas deslocações diárias?
 Sim
 Não
 Não, mas tenciono começar a partilhar
 
Você está aqui: Entrada / Ambiente / Resíduos / Projectos

Projectos

 

Perseguindo princípios como o da inovação e qualidade para o ambiente do Concelho, a Maiambiente, EEM actua em três áreas de intervenção no âmbito da recolha dos resíduos sólidos urbanos:

 

Recolha Indiferenciada
Responsável pela recolha de resíduos sólidos urbanos não separados (indiferenciados), com origem em habitações e comércios. O serviço está organizado num sistema de recolha indiferenciada porta-a-porta, em contentor individual ou saco.

Os resíduos recolhidos neste serviço não podem ser reciclados, sendo por isso encaminhados para a Central de Valorização Energética da Lipor. Os circuitos de recolha estão organizados em função da localização, frequência de recolha e tipo de cliente. No caso das habitações, a recolha é efectuada 3 vezes por semana (Segunda, Quarta e Sexta-Feira ou Terça, Quinta e Sábado, conforme a localização).


Recolha Selectiva

Responsável pela gestão de todos os serviços de recolha porta-a-porta de resíduos separados, onde se incluem as habitações (papel, embalagens e vidro), os comércios/serviços e escolas (papel, embalagens e vidro), as indústrias (papel e plástico), e as cantinas, restaurantes e similares (resíduos orgânicos), bem como a recolha selectiva em ecocentros e de ecopontos e vidrões instalados na via pública.

Acresce ainda a recolha ao domicílio de resíduos de jardim (podas, relvas, etc.), gratuita e disponível, através de marcação, para todo o Concelho da Maia.

 

Serviços Especiais
Responsável pela limpeza e higiene urbana, incluindo a remoção de deposições clandestinas, recolha de resíduos sólidos urbanos indiferenciados (não recicláveis) em clientes empresariais, recolha de objectos volumosos/resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos ao domicílio, instalação e manutenção de equipamentos (contentores, papeleiras, etc.).

Quanto aos projectos de recolha da RSU desenvolvidos pela Maiambiente destacam-se:

 

Projecto 1 – RESICL: Recolha Selectiva em Indústrias e Comércios Locais

Serviço gratuito de recolha selectiva porta-a-porta de resíduos recicláveis (papel, cartão e plásticos), destinado às unidades industriais e comerciais da Maia. A recolha destes materiais processa-se 1 vez por semana, alternadamente. A activação deste serviço pelas empresas depende da quantidade e qualidade do material produzido bem como das condições de acesso e recolha.

 

Projecto 2 - Distribuição/Identificação de Contentores
Projecto-piloto de distribuição e identificação de contentores, implementado na Urbanização do Lidador (freguesias de Vila Nova da Telha e de Moreira). Em Abril de 2004, foram instalados contentores com identificador electrónico em todos os edifícios dentro da zona piloto. Como complemento deste projecto, a rede de ecopontos para a recolha selectiva de materiais valorizáveis foi reforçada e implementada a recolha selectiva de resíduos verdes.

 

Projecto 3 - Recolha Selectiva de Resíduos Orgânicos

Serviço de recolha selectiva em grandes produtores, para todo o Concelho da Maia, de resíduos orgânicos destinados a compostagem na Central de Valorização Orgânica da Lipor. A recolha é efectuada à Segunda, Quarta e Sexta-Feira, entre as 9h00 e as 17h30. Trata-se de um serviço gratuito e destinado preferencialmente a grandes produtores de resíduos orgânicos, como por exemplo, grandes superfícies comerciais, cantinas de empresas ou de escolas, restaurantes, cafés, feiras e mercados, etc.ImagemResíduos3.

 

Projecto 4 – Emlinha (Comércios; Recolha de Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos/Objectos Volumosos; Jardins)

O “Emlinha” (800 20 26 39) é uma linha telefónica de utilização gratuita para a recolha porta-a-porta, a pedido, destinada a:

>  Comércios/ Serviços (papel/cartão, vidro, embalagens de plástico e metal);

>  Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos (frigorífico, fogão, torradeira, máquina de lavar, computador, etc.);

>  Objectos volumosos (sofá, colchão, móvel, etc.);

>  Resíduos de jardins particulares.

 

Projecto 5 – Separação Dentro de Portas

Projecto de recolha selectiva porta-a-porta (papel/cartão e embalagens de plástico e metal) em edifícios de habitações multifamiliares com compartimento de resíduos, em todo o Concelho da Maia. O compartimento de resíduos dispõe de vários contentores com tampa azul (papel/cartão), verde (embalagens de vidro), amarela (embalagens de plástico e metal) e cinzenta (resíduos indiferenciados). A recolha é efectuada uma vez por semana (excepto o vidro que é recolhido quinzenalmente).

Nas freguesias da Maia, Vermoim e Gueifães, este serviço é também disponibilizado a moradias unifamiliares, num total de cerca de 27 000 habitantes.

 

Projecto 6 – Recolha de Óleos Alimentares em Compartimentos

Imagem_Resíduos4.No âmbito da “Separação Dentro de Portas”, está disponível, para compartimentos de resíduos sólidos de edifícios em altura em todo o Concelho da Maia, a recolha selectiva de óleos alimentares usados (OAU) numa parceria entre a Maiambiente, EEM e um operador licenciado. O seu destino final é a produção de biodiesel, sabão, etc.

 

Projecto 7 - Compostagem Caseira “Terra à Terra”

O “Terra à Terra” é um projecto, gratuito, que visa promover a redução dos resíduos orgânicos ao nível das habitações da área de intervenção da LIPOR. Para aderir e receber gratuitamente um compostor, os interessados particulares deverão preencher uma ficha de inscrição, ter idade superior a 18 anos e residir em habitação permanente com jardim ou a instituição possuir jardim e localizar-se na área de intervenção da LIPOR. Após frequentar gratuitamente uma acção de formação sobre compostagem de três horas, é entregue um compostor.

 

Projecto 8 – “Tampinhas”

O projecto “Tampinhas”, promovido pela Associação Tampa Amiga tinha por objectivo a recolha selectiva de tampas plásticas de embalagens usadas, posteriormente encaminhadas para reciclagem. O valor da contrapartida era utilizado para a doação de equipamento/material ortopédico ou médico-cirúrgico, beneficiando os cidadãos ou instituições sociais. Na Região do Grande Porto, o processo é da responsabilidade da Lipor, pelo que a Maiambiente efectua apenas a recolha selectiva das tampinhas, encaminhando-as depois para a Lipor. Quando solicitado e caso se justifique, a Maiambiente efectua a colocação de contentores emprestados para facilitar essa separação.Imagem_Resíduos5

 

Para saber mais informações e aderir a algum destes projectos de recolha selectiva, a Maiambiente disponibiliza a sua linha telefónica gratuita (800 20 26 39). Poderá também consultar o respectivo site.

Acções do Documento

classificado em: