aru.png

Poll
A Semana Europeia da Mobilidade 2017 tem como tema “A Partilhar Chegamos Mais Longe”. Costuma praticar/utilizar a partilha de veículos nas suas deslocações diárias?
 Sim
 Não
 Não, mas tenciono começar a partilhar
 
Você está aqui: Entrada / CÂMARA MUNICIPAL DA MAIA INSTALA INFRAESTRUTURA DE PARQUEAMENTO DE BICICLETAS NO PARQUE CENTRAL DA MAIA

CÂMARA MUNICIPAL DA MAIA INSTALA INFRAESTRUTURA DE PARQUEAMENTO DE BICICLETAS NO PARQUE CENTRAL DA MAIA

A partir do passado dia 10 de abril passou a ser possível estacionar as bicicletas, de forma gratuita, no Parque Central da Maia.

 

Câmara Municipal da Maia e a EMEM – Empresa Metropolitana de Estacionamento da Maia, EM informam que se procedeu à colocação de uma infraestrutura de parqueamento de bicicletas no Piso -1 (junto à Portaria) do Parque Central da Maia.

No âmbito da aposta do município na promoção de uma mobilidade urbana mais sustentável, com uma forte aposta na promoção dos modos de deslocação mais suaves (andar a pé e de bicicleta) e do transporte público coletivo, a partir do passado dia 10 de abril passou a ser possível estacionar as bicicletas, de forma gratuita, no Parque Central da Maia.

A colocação desta infraestrutura insere-se num projeto apoiado por fundos da União Europeia (FEDER) através NORTE 2020 - Programa Operacional Regional do Norte do Portugal 2020, designado por “Criação de uma rede estruturada de infraestruturas de parqueamento para bicicletas e implementação de ações de sensibilização sobre a problemática da mobilidade sustentável (promoção de modos suaves, pedonal e ciclável e transportes públicos coletivos), incluindo a monitorização estratégica intercalar e Plano de Ação da Mobilidade Urbana Sustentável, operação que se encontra integrada no Plano de Ação da Mobilidade Urbana Sustentável do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano do Concelho da Maia.

Com a instalação de novos aparcadores de bicicletas pretende-se aumentar a oferta no concelho de infraestruturas que incentivem a utilização deste modo de deslocação. Paralelamente, está ainda prevista a colocação de sensores de monitorização, através dos quais se pretende conhecer melhor os padrões de deslocação através dos modos suaves, e a realização de ações de sensibilização, destinadas a informar a população para a importância de alterarem comportamentos tendentes à inversão do atual repartição modal, em benefício dos modos suaves e do transporte público coletivo, assegurando, desde modo, a execução de algumas das medidas propostas no Plano de Mobilidade Urbana Sustentável do Concelho da Maia, e contribuindo, assim, para a redução de gases com efeito de estufa.

 

Acções do Documento