Você está aqui: Entrada / Desenvolvimento Sustentável / A21L das Freguesias

A21L das Freguesias

 

Porquê implementar um projecto de Agenda 21 Local nas Freguesias?

As Juntas de Freguesia podem ter um papel preponderante na implementação das Agendas 21 Locais, especialmente devido à sua privilegiada proximidade com a população que permite perceber facilmente quais as preocupações e anseios da sua comunidade. Por outro lado, o seu conhecimento mais profundo das várias situações do dia-a-dia possibilita uma melhor resposta aos problemas e consequentemente contribui para o desenvolvimento da Freguesia. Este posicionamento desempenha um papel insubstituível na transição para a sustentabilidade, sendo um processo de mudança e de melhoria contínua no desenvolvimento da Freguesia, aumentando a qualidade de vida, promovendo a justiça social e o crescimento económico, sem destruir o ambiente.

 

Agenda 21 Local das Freguesias no Município da Maia

 

Como surgiu a Agenda 21 Local das Freguesias?

Este projecto foi uma iniciativa da Lipor (Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto) promovido em parceria com as Juntas de Freguesia, através do qual se pretendeu implementar a Agenda 21 Local em determinadas Freguesias de cada Município associado. No Município da Maia, a Freguesia que integrou este projecto foi a Freguesia da Maia.

 

Como foi efectuada a implementação do processo?

O processo foi implementado em três etapas:

 

>  Planificação do processo

Elaboração/idealização do processo de Agenda 21 Local, estabelecimento e divulgação dos princípios e objectivos da Agenda 21 Local e definição das metodologias de implementação.

 

>  Sensibilização da Comunidade e realização do Workshop Participativo

O pilar base de todo este processo foi a participação pública, pois permitiu aos cidadãos, através da realização do Workshop Participativo, o exercício do direito de auscultação no processo de decisão política e ainda, contribuir para uma melhoria na eficiência dessas decisões.

Nesta etapa, após a realização do Workshop Participativo e após um exaustivo processo de auscultação da comunidade da Freguesia da Maia, foram identificados cinco Eixos Estratégicos:

    Boa Governança

    Coesão/Exclusão Social

    Emprego

    Mobilidade

    Ordenamento do Território

Ainda, no seguimento do processo, durante esta fase, foi constituída a Equipa Coordenadora formada pelas forças vivas da Freguesia, peça fundamental na recolha de informação, mobilização de esforços e colaboração na realização das tarefas advindas de um processo de Agenda 21 Local.

 

>  Elaboração do Diagnóstico da Freguesia e Preparação do Plano de Acção.

Confirmadas as condições essenciais acima descritas, o passo seguinte foi o de conhecer a realidade da Maia procedendo-se posteriormente à realização de um Diagnóstico de Sustentabilidade da Freguesia. Neste documento foram apresentados os pontos de vista das comunidades em relação aos Eixos estratégicos escolhidos pela mesma aquando do Workshop Participativo. Foi efectuado um levantamento dos problemas/necessidades mais prementes, bem como, as prioridades e potencialidades da Freguesia da Maia.

O passo seguinte consistiu em definir estratégias e respostas para as prioridades diagnosticadas e o estabelecimento de objectivos, baseados num Desenvolvimento Sustentável para a Freguesia da Maia.

Foi efectuada uma proposta de Plano de Acção resultante do cruzamento dos dados recolhidos no Workshop Participativo, conhecimentos fornecidos pelos elementos da Equipa Coordenadora e instrumentos já existentes com cariz institucional (PDM - Plano Director Municipal, etc.)

 

Documentos para download:

Diagnóstico de Sustentabilidade da Freguesia da Maia

Plano de Acção da Freguesia da Maia

Para mais informações consulte:www.agenda21grandeporto.com/

 

 

Não existem itens nesta pasta.