aru.png

Poll
Tem conhecimento do Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia da Maia?
 Sim, tenho conhecimento.
 Desconheço a sua existência.
 Tenho conhecimento, mas desconheço a localização.
 
Você está aqui: Entrada / DESTAQUES / CÂMARA MUNICIPAL DA MAIA INTEGRA "ROTA DAS ÁRVORES E DAS FLORESTAS " NA ÁREA METROPOLITANA DO PORTO

CÂMARA MUNICIPAL DA MAIA INTEGRA "ROTA DAS ÁRVORES E DAS FLORESTAS " NA ÁREA METROPOLITANA DO PORTO

Primeira ação decorreu no dia 28 de março.

Trepar e descobrir como as Árvores veem o Mundo, num parque destinado ao lazer. Visitar um santuário verde perdido no tempo e abraçar um tulipeiro monumental. Assistir ao pôr-do-sol num Castro. E ainda... criar abrigos para as aves.

Este foi o desafio abraçado no dia 28 de março (sábado, 14h00-20h00), integrado nas Rotas das Árvores e Florestas na Área Metropolitana do Porto. 


Fomos conhecer o Parque de Avioso na Maia, um dos melhores espaços verdes da região, com excelentes infra-estruturas de lazer e uma natureza preservada. tivemos oportunidade de subir à torre de vigia e trepar às árvores, com a ajuda das Cirurgias Urbanas, uma empresa especializada na matéria. Sim, porque se trata de celebrar o "Dia internacional de subir às árvores" e experimentar uma atividade inscrita no nosso imaginário. Depois fomos visitar a Quinta do Paiço, propriedade da Diocese do Porto, com os seus magníficos jardins românticos e árvores monumentais. De certeza que nos vai apetecer abraçar o imenso tulipeiro (Liriodendron tulipifera), certamente uma das mais belas árvores da Área Metropolitana do Porto. Trata-se de uma oportunidade única já que esta propriedade se encontra (normalmente) fechada a visitas. Seguimos então por meio da mata até ao Castro de Alvarelhos (monumento nacional, entre os maiores do Noroeste Peninsular), para descobrir os seus vestígios arqueológicos e a forma como os povos castrejos se relacionavam com a floresta. Aproveitámos o treino de subir às árvores para instalar algumas caixas-ninho na floresta circundante. A visita foi acompanhada por especialistas das Câmaras Municipais da Maia e Trofa, áreas de ambiente e cultura.


Acções do Documento