Você está aqui: Entrada / DESTAQUES / MUNICÍPIO DA MAIA COM CANDIDATURA APROVADA NA ÁREA DA MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

MUNICÍPIO DA MAIA COM CANDIDATURA APROVADA NA ÁREA DA MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

Criação de uma rede estruturada de infraestruturas de parqueamento para bicicletas e implementação de ações de sensibilização sobre a problemática da mobilidade sustentável (promoção de modos suaves, pedonal e ciclável e transportes públicos coletivos), incluindo a monitorização estratégica intercalar e final do PAMUS.

 

 

O município da Maia viu aprovada a candidatura designada por “Criação de uma rede estruturada de infraestruturas de parqueamento para bicicletas e implementação de ações de sensibilização sobre a problemática da mobilidade sustentável (promoção de modos suaves, pedonal e ciclável e transportes públicos coletivos), incluindo a monitorização estratégica intercalar do Plano de Ação da Mobilidade Urbana Sustentável, operação que se encontra integrada no Plano de Ação da Mobilidade Urbana Sustentável do Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável do Concelho da Maia.

O projeto é apoiado por fundos da União Europeia (FEDER) através NORTE 2020 - Programa Operacional Regional do Norte do Portugal 2020.

A operação enquadra-se na Prioridade de Investimento 4.5 (4e) Promoção de estratégias de baixo teor de carbono para todos os tipos de territórios, nomeadamente as zonas urbanas, incluindo a promoção da mobilidade urbana multimodal sustentável e medidas de adaptação relevantes para a atenuação, incluída no Eixo Prioritário 5 – Sistema Urbano.

À presente prioridade de investimento está associada o objetivo temático 4 – Apoiar a transição para uma economia de baixo teor de carbono em todos os setores.

A implementação da presente ação tem como objetivos principais:

a) Promoção da utilização do modo ciclável e redução das viagens motorizadas

b) Melhoria substancial da intermodalidade entre o transporte coletivo urbano e o modo ciclável

O projeto inclui a realização das seguintes ações:

- a criação de uma rede de parqueamento para bicicletas, junto aos principais polos de emprego,  interfaces de  transporte (nas estações do Metro do Porto, estações ferroviárias e junto às principais paragens de Transporte Coletivo Rodoviário – TCR, localizadas junto a ciclovias) e equipamentos coletivos, articulada com a rede de percursos cicláveis a desenvolver no concelho, designadamente a rede de ciclovia no centro da Cidade da Maia e a respetiva ligação ao Castêlo da Maia, a ciclovia de Águas Santas e o prolongamento do Ecocaminho;

- a realização sistemática de ações de sensibilização sobre a problemática da mobilidade sustentável, com vista à promoção dos modos suaves (pedonal e ciclável) e dos transportes públicos coletivos, incutindo na população a adoção de novos hábitos e a consciência da importância da utilização deste novos modos, para a saúde, o ambiente e a economia,

- a colocação de sensores de monitorização (contagem) de peões e ciclistas;

- a realização de inquéritos aos padrões de mobilidade da população residente no concelho.

Com a instalação de novos aparcadores de bicicletas pretende-se aumentar a oferta no concelho de infraestruturas que incentivem a utilização deste modo de deslocação. Através da colocação de sensores de monitorização, espera-se conhecer melhor os padrões de deslocação através dos modos suaves. As ações de sensibilização, destinam-se a informar a população para a importância de alterar comportamentos, procurando a inversão da atual repartição modal, em benefício dos modos suaves e do transporte público coletivo, assegurando, deste modo, a execução de algumas das medidas propostas no Plano de Mobilidade Urbana Sustentável do Concelho da Maia, e contribuindo, assim, para a redução de gases com efeito de estufa.

 

 

 

Acções do Documento